segunda-feira, 10 de junho de 2019

Como funciona um disjuntor? Conheça um disjuntor por dentro

O disjuntor é um dos equipamentos elétricos mais conhecidos e com certeza tem pelo menos um aí na sua casa. Mas você sabe pra que serve um disjuntor? Já viu um por dentro?


Pra que serve um disjuntor


Pense em uma lâmpada, provavelmente tem um interruptor pra ela, ou seja, a tecla onde liga e desliga. Os disjuntores são parecidos, eles são dispositivos eletromecânicos que servem como um interruptor automático. Os disjuntores são desenvolvidos com a intenção de proteger uma instalação elétrica contra prejuízos que podem ser causados por sobrecarga ou curto-circuito.
Os disjuntores podem substituir os fusíveis, que tem a mesma função, a diferença entre eles é que quando os fusíveis atuam eles ficam inutilizáveis e requerem a troca dos mesmos. Já com os disjuntores, isso não acontece, quando ele atua desligando um circuito, ele pode ser facilmente armado de novo (ligado).


Disjuntor Térmico  


Esses disjuntores atuam quando há sobrecarga, que geram calor, e esse aquecimento causa a deformação de placas bimetálicas, provocando assim a interrupção do circuito. A sua função básica é proteger os cabos contra o aquecimento causado por sobrecarga prolongada. Apesar de ser um mecanismo robusto, o problema desse tipo de disjuntor é que são lentos, necessitando assim de um tempo para atuarem.


Disjuntor Magnético


Ao contrário do disjuntor térmico, os magnéticos são rápidos, e a interrupção é instantânea. Quando a bobina é atingida por uma forte corrente elétrica, é desencadeado o deslocamento de um contato abrindo o circuito e protegendo os equipamentos instantaneamente.


Disjuntor Termomagnético


Atualmente, esse é o disjuntor mais utilizado. Ele é basicamente a junção dos outros dois tipos de disjuntores, acima citados. Em um só disjuntor, temos a proteção térmica (lento e robusto) e a proteção magnética (rápido e preciso).


Como é um disjuntor por dentro?


Como é um disjuntor por dentro


Acima você pode ver o mecanismo interno de um disjuntor termomagnético.

Alavanca/Manopla: A manopla serve para ligar ou desligar o disjuntor manualmente. 
Bornes: É onde são conectados os fios/cabos, de entrada e saída.
Barramento bimetálico: São as placas bimetálicas que sofrem a deformação com a sobrecarga que gera calor e ativa o sistema de interrupção do circuito (proteção térmica do disjuntor).
Bobina e pistão metálico: São essas duas peças que ativam a proteção magnético do disjuntor, abrindo o contato e interrompendo o circuito.
Câmara de extinção de arco elétrico: Quando o disjuntor atua, pode acontecer arcos voltaicos que são dissipados na câmara de extinção de arco, evitando que 'faíscas' escapem pra fora do disjuntor.

0 comentários:

Postar um comentário