sábado, 2 de maio de 2020

Qual a diferença entre EMBARGO e INTERDIÇÃO? NR 3

Em média passamos 1/3 da nossa vida no local de trabalho e muitos desses locais não são seguros, como ambientes insalubres ou perigosos, trabalho em altura, risco de explosão ou intoxicação, choque elétrico, entre muitas outras situações que representam riscos a nossa vida ou saúde. 



A Norma Regulamentadora 3 vem trazendo instruções sobre a fiscalização e as consequências dela: embargo e interdição. Por obrigação as empresas devem ter um ambiente de trabalho seguro para seus trabalhadores, caso contrário, por lei, elas podem ser interditadas.

Mas antes de considerar sobre o embargo e interdição, precisamos saber o que é risco grave e iminente:

"Um risco grave e iminente se refere a toda condição ou situação de trabalho que possa causar acidente ou doença com lesão grave ao trabalhador."

Quando é constatado um risco grave e iminente em algum local de trabalho, ele pode ser interditado ou embargado.

INTERDIÇÃO: A interdição pode ser total ou parcial do estabelecimento, setor, máquina ou equipamento.

EMBARGO: O embargo se refere a paralisação total ou parcial de uma obra ou construção.

Vale ressaltar, que tanto a interdição como o embargo não são ações de caráter punitivo, e sim medidas de proteção emergencial à segurança e saúde dos trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário